Blog

baby-22194_640

O CASAMENTO & A CHEGADA DOS BEBÊS!

Todas nós sabemos que a vida conjugal muda após a chegada dos filhos, aliás, muda tudo! Por mais que os filhos tenham sido bem planejados, não tem jeito, a vida que você tinha antes vai simplesmente desaparecer! A rotina fica diferente, e tanto o homem quanto a mulher ganham novas funções. Vai surgir uma vida nova, muito mais complicada, mas muito mais bonita. Um dos maiores impactos da maternidade no casamento, é a forma como o pai lida com as novas tarefas, uma vez que a mãe assume um papel natural de cuidadora.

Nesse momento, a vida conjugal precisa de atenção e diálogo para evitar desgastes e aproveitar as descobertas da nova fase. Vocês eram inseparáveis, faziam tudo juntos, estavam sempre namorando e agora mal se falam se não for sobre o filho, vivem discutindo e a preocupação tomou conta da relação. Manter um bom casamento após a chegada dos pequenos não é tarefa fácil! Muitas vezes significa uma prova de fogo para o casal! Frequentemente as novas mamães ficam focadas no bebê e não percebem que o relacionamento com o maridão vai ficando de lado,…

Em muitos casos, nenhum dos dois se dá conta, que a partir do nascimento da criança, uma verdadeira revolução se instala na vida do casal, e se não for bem administrada, pode provocar uma crise no casamento.

Quando o bebê nasce, todas as atenções são voltadas para ele. Na medida que os dias passam, marido e mulher já não tem mais tempo e disposição para passeios, jantares, etc. Os programas mudam, em vez de sairmos ‘a noite, acabamos vendo um filme em casa. Em vez de viagens com vários destinos, escolhemos apenas um e em vez de sairmos com vários amigos, encontramos com alguns poucos e que também tem filhos.

O marido nem sempre consegue perceber as dificuldades de sua esposa; fica enciumado por perder a atenção exclusiva dela, tendo que dividi-la com o bebê e, nessa fase o instinto materno sempre vai falar mais alto: a mãe vai priorizar o filho em detrimento do pai. Até o choro do bebê passa a se tornar insuportável. A mulher, por sua vez, enxerga essa irritação, como uma cobrança, passando a vê-lo como uma pessoa egoísta, e muitas vezes se faz de vítima. Uma pessoa insensível que não vê o quanto ela se dedica para que tudo transcorra da melhor maneira possível.

A vida sexual do casal fica prejudicada, seu desejo sexual diminui em função do stress provocado pela mudança da rotina. O romance muda! Ela também sente-se insegura com o aspecto de seu corpo, supondo já não ser tão atraente quanto era antes da gravidez. Por outro lado, o desejo sexual do marido, continua o mesmo de sempre, afinal ele não passou pelas mudanças hormonais e não consegue entender porque ela não tem o mesmo desejo sexual de antes. E com o passar do tempo, porque os filhos estão sempre por ali ou podem aparecer a qualquer momento. Na grande parte dos lares, o romance dá uma esfriadinha e precisa sim ser recuperado.

O marido passa a ver a esposa mais como mãe do seu filho do que como sua mulher e a esposa, por sua vez, pode fazer o mesmo. Fica claro, que, diante de tudo isso, os conflitos entre o casal, podem se intensificar, gerando brigas e mal entendidos, porque ambos tem suas razões para agirem da forma como agem e nem sempre conseguem se colocar no lugar do outro para entender suas razões. Ambos agora não são só um casal, há mais um membro na família, o que os leva a cumprirem mais um papel em conjunto: o de pais!

É importante que haja muito diálogo, compreensão e paciência para ambos entenderem um ao outro e compreenderem que passam por uma fase de rearranjos e de experiências que, se bem administradas por ambos, servirão para uma reaproximação maior ainda do casal, através da harmonia e da cumplicidade.

Quando pensam em aumentar a família, os casais tendem a prestar atenção apenas nos aspectos mais positivos da situação, e é claro que eles existem e são vários. Essas expectativas correspondem mais a um mundo utópico do que a realidade da procriação, que é gestar, cuidar, educar, e passar o resto da vida alternando sentimentos de medo, prazer, frustração, gratificação, angústia, orgulho e raiva”.

Aqui vão sete dicas que podem ajudar:

1 – Dividir as tarefas – O filho é dos dois e ambos tem que colaborar, conciliando e dividindo os cuidados com o bebê. Quando um pai acompanha o dia a dia do filho, e é solidário com a mãe, dividindo com ela tarefas, que possa ou saiba cumprir, entende melhor o cansaço de sua esposa. Compartilhar as responsabilidades favorece a cumplicidade entre o casal.

2 – Ter um tempo para cada um – Pode ser um hobby, pode ser uma saída com amigos. Os dois tem direito a ter um momento individual.

3 – Você não tem que dar conta de tudo! – Não se cobre a perfeição. Você não tem que fazer tudo perfeito.

4 – Faça programas de Casal! Tenha momentos a sós! – Mesmo que a frequência seja baixa por causa da nova rotina, é fundamental ter um tempo para os dois. Aproveitem para namorar quando possível e aproveite esses momentos para compartilhar seus sentimentos, desejos, receios, e necessidades. Mostre interesse pelo parceiro.

5 – Evite cobranças – Respeite o tempo do outro. Cobranças provocam distância. É preciso muitas conversas e disponibilidade para compreender o outro.

6 – Respeito é fundamental – Nessa fase estamos cansadas, irritadas, com o sono atrasado e com infinitas preocupações, porém isso não justifica uma eventual grosseria que pode ocorrer entre marido e mulher. Entender o momento mantém o vínculo do Casal.

7 – Não desistir – Não desista diante das primeiras dificuldades. Não deixe a relação de lado. O Casal vai precisar fazer muitos ajustes após o nascimento do bebê e, aos poucos, retomar sua intimidade, garantindo o lugar da relação. Dê tempo e espaços para cultivá-la!

 

Write a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

baby-22194_640

O CASAMENTO & A CHEGADA DOS BEBÊS!

Todas nós sabemos que a vida conjugal muda após a chegada dos filhos, aliás, muda tudo! Por mais que os filhos tenham …

depressao-pos-parto

DEPRESSÃO PÓS-PARTO

A gravidez foi desejada, o parto correu dentro da normalidade, o quartinho do bebê é um encanto, a família está em estado …

shutterstock_193027043

PSICOTERAPIA DE CASAL

A PSICOTERAPIA DE CASAL Há momentos de crise na vida do casal que não significam necessariamente o fim do amor e da admiração. …